6 de setembro de 2012

CRÔNICA: Colapso #1


Aos decaídos, derrotados e imperfeitos. A todos nós, meros:

Treva. Ao verbo, à língua e cultura. Às nações e raças. Ao povo, à massa, aos sedentos pelo que resta. Aos tolos. Ao simplório, comedido e limpo. Ao genérico. Ao que já foi e hoje não é, e que será sempre assim. Ao mutável. Ao questionável, duvidável. Ao histérico direito ao grito, à escolha. A tudo que é frágil e fraco. Às rosas vermelhas. Clamo-os pelo nome. Ao pronome, tu, mim. Aos outros. A você.

A você, onde todas as respostas o esperam. Aos seus medos, sonhos e vontades humanos, síntese de mescla das todas informações até hoje adquiridas. Às que são introduzidas agora. A esta. A você, que me ouça, pois ninguém mais parece querê-lo:

Cansei.

Luz, cansei de falta de caráter, de risos zombeteiros. Da juventude perdida, 
da música chocha. Da literatura esdrúxula, de falsidade conjugal. Das discussões
no Sábado à tarde, dos motivos despreocupados. Despreocupados com as razões, que não
há. Dos astros fora de posição. Do calor excessivo, do frio. Dos fatos,
tão precisos em suas formações.De tudo que é completo e certo demais para se aperfeiçoar. 
Do divino, completo, inteiro, totalitário e autoritário, suas armas e discursos. Do amor à rotina, 
do imposto ao disposto, do cheio ao vazio. Dos jogos infantis, da rivalidade desnecessária. Do pedido constante e incessante da tentativa de ser notado. Do espirituoso. Do pão e do circo; do imperador e da arena. Do falso bom, da calamidade, do desespero e de mim também.

Cansei. Cansei demasiadamente.

Nos pormenores da minha vontade, queria uma conclusão que fizesse da minha treva, luz.
Como em todas as vezes, esqueço e volto ao mesmo passo e sigo a multidão que se aglomera para ver o usual acontecendo esplendorosamente de novo. E tudo parece bem. 

Treva. Apenas treva, até então. Dai-me tua luz que a minha há muito não se mantém viva.





13 comentários:

  1. Eu amo vocês. Nenhum dos meus amigos chega no nível de fodeleza que vocês chegam hoje. Meus parabéns pelo texto Aquaman, tu é intuil, mas é o meu herói.

    ResponderExcluir
  2. Repetindo o que a Gabriela disse: nós também te amamos. E não exagere, vai, não somos tudo isso kk. Obrigado, Sr. <3

    Por Aquerman Kuczmenda

    ResponderExcluir
  3. Só tenho uma coisa a dizer: KRL AQUERMAN.

    ResponderExcluir
  4. Não sei o que isso quer dizer, mas, OBRIGADO ÍNDIA! HEHE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso quer dizer que tu é foda e escreve bem pra caralho, hehe

      Excluir
  5. Eu tô arrepiada. Já li o texto 4 vezes, e acabei de chegar aqui. Favoritei a página e vou mostrar pra todo mundo que eu conheço. Parabéns, algoso. Eu já era tua mãe e tua vocal, agora sou sua fã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, menina Marina, volte sempre aí para mais arrepios (mentira, não garanto nada) kkk.

      Por: Aquerman Kuczmenda

      Excluir
  6. Sem palavras. Se eu tivesse que descrever uma palavra, seria alguma derivada da palavra "foda". Ex: fodelástico, fodelão .... algo assim. kkkkkkkkkkk ! Sem mais. Parabéns. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é pra tanto... Obrigado, menino Diego!

      Por: Aquerman Kuczmenda

      Excluir
  7. Porra, mandou muito. Parabéns Aq!

    ResponderExcluir

O que você achou do post?